login:senha:
Imprensa

Classificação dos incêndios e dos agentes extintores

 
CLASSIFICAÇÃO DOS INCÊNDIOS

Para facilitar a seleção dos melhores métodos para combater cada tipo de incêndio, estes são usualmente, divididos em quatro classes principais, a saber:
classe "A", "B", "C" e "D".

Classe "A" – São os que se verificam em materiais fibrosos ou sólidos, que formam brasas ou deixam resíduos. São os incêndios em madeira, papel, tecidos, borracha e na maioria dos plásticos.

Classe "B" – São os que se verificam em líquidos inflamáveis (óleo, querosene, gasolina, tintas, álcool, etc.) e também em graxas e gases inflamáveis.

Classe "C" - São os que se verificam em equipamentos elétricos e instalações, enquanto a energia elétrica estiver alimentada.

Classe "D" - São os que se verificam em metais (magnésio, titânio e lítio).


CLASSIFICAÇÃO DOS AGENTES EXTINTORES

Agente extintor é tudo aquilo que é ou pode ser usado para abafar ou resfriar as chamas, propiciando sua extinção.

Os agentes extintores de uso mais difundido a bordo são:

ÁGUA é o agente extintor de uso mais comum, sendo utilizado sob três formas básicas: Jato Sólido, Neblina de Alta Velocidade e Neblina de Baixa Velocidade Jato Sólido- Consiste de um jato de água, produzido à alta pressão, por meio de um esguicho com orifício circular de descarga. É o meio por excelência para extinção de incêndios da classe "A".

Neblina de Alta e Baixa Velocidade - Consistem no borrifamento da água por meio de pulverizadores especiais. São muito utilizadas na extinção de incêndios por resfriamento. Podem ser utilizadas para auxiliar na extinção de incêndios classe "A" e classe "B".

OBS: A Água, especialmente a salgada é boa condutora de eletricidade e não deve portanto ser utilizada na extinção de incêndios da classe "C".

ESPUMA é um agente extintor específico para incêndios classe "B". Ela é formada por dois métodos básicos, que caracterizam os dois tipos de espuma que existem: Química e Mecânica.

A Espuma Química é mais comumente encontrada em extintores portáteis.

A Espuma Mecânica possui um uso mais generalizado a bordo, é produzida em grandes volumes por equipamentos especiais, que misturam líquido gerador, água e o ar. Dessa forma podemos dizer que a espuma extingue o incêndio principalmente por abafamento e, secundariamente, por resfriamento.

CO2 - Por ser o CO2 um gás inerte, isto é, um gás que não alimenta a combustão, ele é empregado com agente extintor por abafamento, criando ao redor do corpo em chamas, uma atmosfera rica em CO2 e, por conseguinte, pobre em oxigênio. O CO2 é um gás mau condutor de eletricidade e, por isso, é especialmente indicado para incêndios classe "C". O CO2 é também muito usado em extintores portáteis, sendo empregado em incêndios das classes "B" e "C".

VAPOR - O vapor d’água pode ser utilizado como agente extintor, por abafamento.
Usa-se vapor para extinguir incêndios da classe "B".

PÓ QUÍMICO - O agente extintor químico de bicarbonato de potássio é um pó químico usado principalmente como agente extintor de incêndios em líquidos inflamáveis. É também eficiente na extinção de incêndios em gases inflamáveis. Em último caso poderá também ser utilizado em incêndios da classe "C".

HALON - Pode ser encontrado em extintores portáteis e sistemas fixos. Quando liberado, o Halon se vaporiza num gás com aspecto incolor, inodoro e com densidade 5 vezes maior do que o ar. Extingue o fogo através do método da quebra da reação em cadeia.

 

| voltar ao topo |

Tecnohold Development Technology - Tel: 55 11 2981-9066 - tecnohold@tecnohold.com.br - R. Dr. Afrodísio Vidigal, 633 - Vila Maria Alta - São Paulo - SP